Em meio à tantas opções que a internet oferece para se chegar ao cliente e público-alvo, surge uma dúvida: Será que o email marketing ainda funciona?

Muitos fazem essa pergunta, e comparam o e-mail marketing com a antiga mala direta, lembram? Algumas empresas ainda usam essa tática, a carta que é enviada ao cliente com um tom bem pessoal.

Da mesma forma que a mala direta ainda sobrevive mesmo com a internet, o email marketing tem o seu papel, e diga-se um papel muito importante. Tudo depende da forma que ele é utilizado.

Para cada perfil do público há uma linguagem e conteúdo específicos para que o resultado seja positivo. Veja a seguir algumas dicas de como utilizar esta ferramenta poderosa de forma correta!

210H-(1)Tenha permissão para enviar email!

Esta é uma dica valiosa, e que vale para todos os outros meios de comunicação digital direta. Você por acaso força as pessoas na rua a te ouvirem? Espero que não! Então não há motivos para fazer isso de forma virtual.

Comprar mailing no mercado negro não é uma boa ideia. Existem formas legais para conseguir montar uma boa base de emails que irá realmente trazer um bom resultado. Comprar contatos além de não ser uma boa prática, não irá dar um bom retorno, afinal aquelas pessoas não manifestaram nenhum interesse por seu produto.

Por isso monte você mesmo sua base de e-mails, para tanto deixe no site formulários para que os visitantes preencham e optem por receber conteúdos vindos de você, oferece algo em troca do email como e-books ou um mini curso. Claro que você não irá conseguir uma super base de um dia para o outro, porém com o passar do tempo você terá conquistado um número considerável de e-mails valiosos.

O bom senso na hora de enviar email marketing é muito importante, seu comportamento pode agradar e conquistar muitos clientes, mas o mau uso pode acabar afastando clientes e criando uma imagem ruim para a sua marca.

Segmente a sua base de emails

Ter uma base de e-mails segmentada é indispensável para o sucesso da sua campanha. Sexo, idade, classe social, profissão, estado civil, estas são só algumas formas de segmentar sua base para cada campanha, e direcionar os e-mails para quem realmente interessa.

Outra ação muito importante, é direcionar o conteúdo do email de acordo com a posição que seu público ocupa no funil de vendas, de acordo com o nível de conhecimento que ele possui sobre seu produto, você irá direcionar conteúdos, ações e promoções via email marketing.

Seja persistente, mas não seja insistente

Com o tempo você irá notar que existe um número de pessoas que realmente não abrem seus e-mails marketing, isso quer dizer que você deve desistir deles de vez? De forma alguma! Porém não deve ser insistente e ficar lotando a caixa de entrada das pessoas com e-mails repetidos.

Se você enviou um determinado email e não teve uma boa taxa de abertura, enviá-lo pela segunda vez sem acrescentar algo novo, não irá fazer com que você obtenha um resultado melhor do que na primeira tentativa.

Ao considerar que um conteúdo é importante, e que deve ser realizada uma nova tentativa, é importante dar uma nova roupagem a ele. Melhorar o título e oferecer algo novo dentro do conteúdo pode ajudar a despertar a curiosidade dos receptores.

Porém se na segunda tentativa a taxa de abertura continuar baixa, é mais sensato considerar a necessidade de mudar a abordagem. Fique atento ao comportamento do seu público, quanto tempo depois de recebido o e-mail foi aberto, realizaram a ação esperada, em qual período do dia há uma taxa maior de abertura dos emails.?

Ferramentas para automação do seu email marketing

Por em prática uma campanha de e-mail marketing exige algumas habilidades: organização, regularidade, acompanhamento dos resultados, entre outras coisas.

Para facilitar a vida daqueles que são responsáveis pela campanha, existem algumas ferramentas de automação. São ferramentas capazes de ajudar a classificar o público, o conteúdo, apresentar os resultados e classificação, e enviar o emails de forma programada e organizada.

Conheça as principais ferramentas para a automação de seus emails:

  • RD Station;
  • Mailchimp;
  • InfusionSoft;
  • GetResponse.

Existem muitas outras opções, com certeza uma delas irá atender às suas necessidades.

Qualquer uma destas ferramentas oferecem várias configurações possíveis, e além da automação oferecem outros serviços complementares que poderão lhe ajudar na elaboração da campanha.

O email continua sendo um ótima opção para falar com seus clientes e público-alvo. Se utilizado de forma sábia e consciente, os resultados são ótimos e o investimento relativamente baixo. Não devemos descartar esta opção, o email marketing pode ser parte importante de uma campanha e ter grande peso nos resultados.

Você costuma utilizar email marketing em suas campanhas? Tem obtido bons resultados? Entre em contato conosco e tire suas duvidas, ou deixe suas dúvidas nos comentários!