Pergunte para si mesmo, antes de iniciar essa leitura. Quantos vídeos você assiste todos os dias? Seja bem-vindo ao post: Vídeos, vídeos e mais vídeos, aposte neles!

Os vídeos estão revolucionando a maneira com que a gente consome conteúdo, sobretudo, devido a popularização dos smartphones.

Vídeos S+ Digital

Vivemos na era da informação, tudo está ao alcance de nossas mãos, basta ter um smartphone com acesso à internet que você terá uma verdadeira janela para o mundo sem sair do lugar.

Tais informações chegam até nós através de três formas diferentes: textos, imagens ou vídeos. Dentro destas formas uma se destaca, o vídeo, pois ele pode unir as outras duas e ainda complementar com a presença de um áudio.

Prender a atenção dos internautas não é uma tarefa fácil, a quantidade de estímulos é grande, e a tendência é que devido ao grande número de estímulo, as pessoas acabem se dispersando, e isso não é interessante.

Neste aspecto, o vídeo possui uma grande vantagem, ele estimula mais sentidos de quem está vendo, e isso faz com que a pessoa se interesse por mais tempo e dê mais atenção ao que está vendo. Portanto, o vídeo é uma excelente ferramenta para se realizar o marketing digital.

Porém como tudo, é preciso ter muito cuidado ao utilizar os vídeos na realização do marketing digital. É preciso estar atento ao tipo de linguagem que irá utilizar, as plataformas onde ele ficará disponível, e na repercussão que ele irá causar no público.

Vídeos S+ Digital

Quem será o seu público?

Antes de criar um vídeo, é preciso pensar no perfil das pessoas que eu quero atingir. É necessário conhecer seus hábitos, o que gostam e o que não gostam de ver. Dependendo do perfil, você irá utilizar uma linguagem diferente:

• Informativos: vídeos informativos costumam ir direto ao ponto, de forma clara objetiva.

• Passo a passo: sabe aqueles vídeos que te ensinam a fazer algo? São bastante utilizados para realizar o marketing de conteúdo. Os famosos tutoriais.

• Bate papo: o vídeo pode apresentar um tema de maneira informal, como se fosse um bate papo entre velhos conhecidos. 

• Didático: também bastante utilizado em marketing de conteúdo. Neste vídeo algo é ensinado de forma didática, como num curso on-line.

Estes são apenas alguns tipos de linguagens que podemos utilizar em um vídeo, existem muitas outros. Você só poderá definir qual deles utilizar, depois de conhecer o seu público-alvo.

O tempo de duração do vídeo é outro fator que precisa ser analisado com cuidado. Existe um perfil de público que não se interessa por vídeos longos, assim como existem aqueles que se interessam por um conteúdo mais completo.

Plataformas para postagem de vídeos

Sede Youtube

• YouTube: o YouTube possui mais de um bilhão de usuários, isso significa que quase um terço dos usuários da Internet utilizam o YouTube. O número de horas que os usuários ficam assistindo aos vídeos no YouTube cresce pelo menos 50% ao ano. O tempo médio de permanência atualmente é de 40 minutos. Diariamente são registrados 5 bilhões de visualizações de vídeos. 80% dos usuários estão fora dos EUA. O crescimento de número de horas de vídeos assistidas no smartphone cresce a média de 100% ao ano.

Veja mais dados do youtube aqui e aqui

300 horas de vídeos são enviadas para o Youtube a cada minuto.

Sede Snapchat

• Snapchat: o Snapchat conta com 150 milhões de usuários ativos, dados do site de notícias Bloomberg em 02/06/2016. A plataforma ultrapassou o número de usuários ativos por dia do Twitter. E não é só isso, o Snapchat já é a terceira rede social mais acessada por adultos entre 18 e 34 anos. O número de visualizações de vídeos no Snap cresceu 400% em 1 ano.

10 bilhões de visualizações de vídeo, todos os dias no Snapchat.

Saiba mais sobre o snap aqui.

Há quem diga que o futuro do vídeo não é o Facebook nem o Youtube, é o Snapchat, porque é a rede que faz a junção do social, privado, imediatista, intimista e outros diversos fatores. Saiba mais aqui no YouPix

Instagram HQ

• Instagram: inicialmente o maior foco do Instagram eram as fotos e imagens em geral, mas com o passar do tempo os vídeos foram ganhando espaço na plataforma. Os vídeos foram liberados no Instagram há cerca de dois anos, e desde então a plataforma tem investido em melhorias para quem opta por esse tipo de postagens.

Se você quiser saber mais sobre instagram, e como funciona a plataforma após sua maior atualização, em 1 de junho de 2016, acesse aqui esse post que fizemos sobre o assunto.

Sede Facebook

• Facebook: de acordo com o que divulgou a própria rede, 8 em cada 10 brasileiros possuem conta ativa na rede social. A rede conta com 8 bilhões de visualizações dos vídeos postados por dia, não é a toa que a plataforma pretende investir cada vez mais nesse formato de postagem. Atualmente os vídeos representam uma boa porcentagem do tempo que os usuários passam ativos na rede.

Uma grande aposta do facebook para 2016 é o live, transmissão de vídeos ao vivo. Qualquer usuário pode transmitir seus vídeos ao vivo, para seus amigos e familiares. 70% da audiência dos vídeos ao vivo vem do compartilhamento das pessoas que estão assistindo. Em 2015 o número de vídeos postados no face cresceu 75% em comparação com o ano anterior. O alcance orgânico dos vídeos é 135% maior do que o alcance de fotos.

Saiba mais dados dos vídeos do facebook aqui

Vídeos S+ Digital

Vídeos, a linguagem do futuro

Como podemos ver, até mesmo nas plataformas que inicialmente não permitiam a postagem de vídeos, foram realizadas melhorias e adaptações para que a experiência com a postagem de vídeos fosse mais agradável, permitindo que houvesse um grande crescimento neste tipo de postagem.

Não há dúvidas de que os vídeos estão ganhando cada vez mais espaço, e a tendência é de que continue conquistando cada vez mais plataformas. Os vídeos prendem a atenção, facilitam a comunicação e despertam a criatividade daqueles que criam e até mesmo dos que assistem.

Os números não deixam dúvidas, os vídeos são certamente a linguagem do futuro se tratando da internet. E ganhará cada vez mais espaço na hora de realizar o marketing digital, por isso é fundamental manter-se atualizado e se adequar as exigências do público alvo.

É preciso ter em mente, que assim como um texto precisa ter coesão e ser relevante para o público-alvo, o vídeo também precisa atender a alguns padrões para surtir o efeito desejado. Não basta criar um vídeo de qualquer jeito e postá-lo no YouTube ou em qualquer outra plataforma, é indispensável que ele tenha qualidade e seja altamente relevante para o público-alvo.

Você já publicou algum vídeo, como foi a experiência? Dívida conosco nos comentários!

Investir em vídeos é parte de uma estratégia do marketing de conteúdo e marketing de relacionamento. Se você deseja saber mais sobre o tema, clique na imagem abaixo e faça sua inscrição para nossa transmissão ao vivo, que ocorrerá na sexta-feira, 08/07/16. Aproveite e envie sua dúvida, nós iremos responder todas as dúvidas.

Ao vivo Marketing de relacionamento

Clique aqui e inscreva-se para a transmissão ao vivo!